quinta-feira, 24 de setembro de 2015

O poder da escolha...

Quando o Criador nos fez, ele nos deu uma chave, um grande poder, o de escolher...
Alguns chamam de livre arbítrio, eu prefiro chamar do poder da escolha...
Pois cabe somente a nós decidir. Em todos os momentos de nossa vida temos que tomar uma decisão, e tomar uma decisão muitas vezes é renunciar algo, pois não se pode seguir por dois caminhos, na nossa a vida temos apenas um caminho para trilhar...
Se perguntarmos as pessoas o que elas querem, irão dizer sem exitar "Ser Feliz!", todos queremos isso... Mas se observamos com mais calma, porque muitas vezes elas escolhem a infelicidade? O que machuca? ... Não é maluco pensar isso...
Se dentro de nós existe a "chave" para mudar, existe dentro de nós o poder de escolher o melhor, a felicidade, o amor...
O ser humano é muito intrigante, e por vezes dificulta a própria vida por orgulho talvez, ou porque acha "mais fácil" deixar assim... e aí se acostuma, se acostuma a ser infeliz...
E uma acostumado, é como se a "chave" ficasse ali enferrujando, pois não foi usada... Não mudaram ela pra abrir a porta da felicidade...
E aí pra desenferrujar, e arrombar a porta fica mais difícil... A "chave" pode até travar ali, e a pessoa nunca mais entender, ou lembrar que sempre depende dela ...
O nosso poder de escolha é muito forte, muito poderoso... Escolher ser feliz, escolher o melhor, querer ser melhor... E tudo depende da nossa VONTADE, da no intenção... somente nós, e mais ninguém, pode usar essa "chave".
Então pense, o que você irá fazer com o poder de escolher??

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Colecionar....

Muitas pessoas tem o hábito de fazer coleções, e eu acredito, que em algum momento da vida a maioria das pessoas colecionam algo...
Pode ser papel de carta, figurinhas, bonecos, carrinhos... tem aqueles que colecionam coisas mais valiosas como carros, armas, e tantas outras coisas...
Tem as pessoas, que por causa de uma doença se tornam colecionadores de coisas até sem utilidade, só pelo apego emocional que ele tem as coisas...
E sentimentos, será que nos também não colecionamos? Podemos dizer que os momentos que ficam registrados em nossa "mente" é uma coleção?
E como toda a coleção precisamos cuidar, e manter tudo ali, arrumado, limpo (ou não), mas exposto, pois todo colecionador se orgulha daquilo que coleciona...
O que será que estamos colecionando?
Por que em algum momento, olhamos para nossa coleção e vamos pensar: Isso é necessário? Eu preciso dessa coleção? Se a resposta for sim, então arrume-a e deixa a bem ali pra todos verem sua grande e maravilhosa coleção...
Mas se a resposta for não, desfaça-se dela... com certeza ela está mais te pesando, ou até ocupando um precioso lugar onde coisas melhores e mais belas possam ocupar...
Essa é uma grande lição, desapegar de tudo o que te impede de seguir um caminho mais leve, uma vida mais tranquila e serena...
Para de carregar consigo coleções desnecessárias, leve apenas o que te traga alegrias, e com certeza a vida será muito mais colorida e feliz!!!

terça-feira, 19 de maio de 2015

Sentir ou não...

 Porque sentimentos são difíceis de se explicar... sentimos aqui dentro, forte, mas nem sempre conseguimos nos expressar...
E o que sentimos é só nosso... não temos como controlar, e muito menos justificar... Quando sentimos algo bom como amor, gratidão, felicidade... não há essa necessidade de explicação, até porque querer o bem do próximo e o nosso é tudo de bom...
Mas e quando sentimos raiva, mágoa, inveja... aí vem junto a tal da culpa por sentir, afinal "aprendemos" que esses sentimentos ruins são proibidos, não se pode ter raiva de nada, muito menos de alguém... e inveja então... quando alguém sente, justifica logo é inveja "branca", "boa"... mas ainda é inveja... e mágoa, é muito pior pra nós, pois quem nos magoa nunca sabe que magoou, acho q esse é o sentimento mais nosso que todos... pois nos magoamos por nada, e nos machucamos muito com esse sentimento.
Mas o que é o sentimento se não apenas o resultado de algo que nos acontece, é a reação que temos no nosso organismos para nos dar pistas de que algo ali precisa ser escutado...
Quando sentimos algo bom, queremos continuar com a sensação boa pelo máximo de tempo possível, mas quando esse sentimento não nos traz essa sensação boa queremos nos livrar, sufocar aquilo da maneira mais rápida possível....
Afinal somos humanos, sentimos, e não se deve repreender isso... a todo instante nossos pensamentos, os acontecimentos diários nos remetem a algum sentimento, e em alguns momentos dá aquele aperto... aquele nó... muitas vezes falamos que não se tem motivo, ou até mesmo queremos deixar pra lá... mas e aí?
Vivemos como o mais primata dos animais... busca pelo prazer e fuga da dor... então aqueles sentimentos bons, são mais fáceis de lidar, mas pra fugir da dor, muitas vezes negamos o que sentimos, e não arrumamos o que nossa mente pede pra arrumar, não nos livramos de algo que pesa muito, porque dói e ninguém quer mexer na ferida ...
E na busca de tentar entender melhor tudo o que se passa aqui dentro, procurei ajuda profissional... e só assim que pude entender que ao invés de querer se livrar daquilo que dói, devemos parar e perguntar POR QUÊ? Por quê dói? Por quê me afeta? Por quê mexe aqui dentro? ...
Só perguntando pra si mesmo conseguiremos entender de onde vêm tudo isso que muita vezes nos faz sofrer...
Mas vivendo um dia por vez, escutando o que sentimos e indo fundo buscar o que realmente nos faz mal, só assim podemos melhorar como seres humanos, e ter uma vida melhor.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Escolher...

Acabo de assistir a homenagem que Jô Soares fez ao seu filho, que faleceu no dia 31/10/2014...
É difícil não se emocionar com as palavras ditas por ele, mas também me fizeram parar e refletir sobre a frase dita por seu filho "escolher é perder".
Uma grande verdade... pois se escolhemos entre A e B... ficaremos com A e perderemos B, ou ficaremos com B e perderemos A...
Mas na maioria das vezes, temos que fazer escolhas... Aliás, desde que acordamos já temos escolhas a fazer...
E se apenas fixamos que ao escolher estamos perdendo outra possibilidade, isso pode nos causar uma certa frustração, pois sempre associamos que perder é ruim...A maioria das pessoas não querem perder...
Mas será que perder é ruim??? Podemos mudar essa impressão... ou pelo menos tentar...
Pois se analisarmos que ao escolher ficar feliz estaremos perdendo a tristeza, ou ainda, se escolhemos sorrir o que se perde nessa hipótese é o choro... Quando escolhe-se a paz, perde-se a turbulência, a angústia, e se escolhe-se o amor perde-se o ódio...
Se existem as escolhas... e temos o poder de escolher... Que bom, pois escolher é saber que você tem o controle sobre si, sobre sua vida... Esse é o nosso livre arbítrio ...
Então, viva as escolhas... e escolha viver bem!

Segue abaixo o link do vídeo do Jô Soares falando de seu filho, vale a pena assistir!

https://www.facebook.com/video.php?v=723329251082432&fref=nf

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Luto...

Sim todos os dias eu Luto, luto pra ser melhor por mim, pela minha família, pelos meus amigos...
Luto pois existe dentro de mim coisas para mudar... pois se quero um país, um mundo melhor, devo começar a mudar em mim tudo aquilo que me incomoda... e tudo aquilo que posso melhorar!!
Luto pois não vou esperar que venha de outros tudo aquilo que quero de melhor pra mim...
Luto pois se tem coisas ruins ao meu redor, eu posso sim melhorar ...
Luto... Luto ... Luto... não vou deixar que a esperança de dias melhores escoem, pois se eu não acreditar significa que terei que parar de lutar... e se paro com a luta é porque a vida já não me pertence...
E como viver é uma dádiva, eu continuo na Luta...
Se existem coisas pra melhorar, e com certeza existem, é aí que não posso desistir de lutar..
Luto pois só mudando o pouco é que posso mudar o muito...
Que todos lutem... mas não uns contra os outros... e sim lutem na mesma direção, na vontade de se ter um país melhor...
Só se vai pra frente se puxarmos na mesma direção... Isso não é cabo de guerra pra ver quem é mais forte... tem que ser um conjunto, todos buscando construir algo melhor sempre!
Não ser conivente com o errado... e isso começa nas pequenas coisas...
Reflita, não agrida, não estar satisfeito não de dá o direito de acusar, ofender... Não está satisfeito, então lute, com certeza será melhor pra você e para o país!

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Evoluímos mas parece que existe uma regressão...

Hoje me peguei pensando, anos atrás não existia um código de defesa do consumidor, mas também os produtos tinham melhor qualidade; não tinha também tantos "auxílios" do governo para com a população mas as pessoas sentiam prazer em trabalhar e conquistar seus sonhos e valorizavam cada pequena conquista; não era necessário ter um "contrato" assinado pois a palavra dada valia muito...
Porque ao mesmo tempo que "evoluímos" com conquistas importantes nós regredimos com os valores essenciais... não posso generalizar, mas o que tenho visto em sua grande maioria são pessoas que cada vez mais olham o próprio umbigo e se esquecem que o seu direito vai até onde começa o do outro.
Vou exemplificar, pra tentar ser mais clara, o governo (municipal, estadual ou nacional) entrega pras crianças o material a ser usado no ano (lápis, borracha, canetas... etc) e em questão de dias/meses, antes do ano terminar essas crianças não tem mais nada... e não é pela qualidade do material entregue não, é porque elas não sabem o quanto aquilo custa, elas não ouviram da mãe ou do pai "olha eu precisei trabalhar pra conquistar isso, então cuide muito bem, pois se acabar não tem outro!"... pelo menos eu ouvia isso quando criança dos meus pais, e sabia que tinha que cuidar, elas não sabem que precisam cuidar, porque se acabar ou perder o material, acham que é "obrigação" do governo lhe fornecer outro... é por isso que cada vez mais não se valoriza o que tem.
Esse foi só um exemplo, pois na verdade se analisarmos a nossa volta, existem muito exemplos de "coisas" que foram criadas para auxiliar a população, mas que parece está fazendo com que a população se acomode, e não consiga perceber que nem tudo deve ser assim, precisamos de uma vez por todas resgatar os valores, as futuras mães tem uma responsabilidade imensa a de quebrar esse ciclo, e que as crianças possam entender que a vida precisa de muito mais...
Os valores precisam ser resgatados... gostaria de voltar na época em que se bastava a palavra dada para acreditar na pessoa, no tempo que os pais falavam filho cuide das suas coisas, elas foram conquistadas com muito trabalho, parece saudosista da minha parte e talvez seja mesmo... mas antigamente existiam muito mais valores e tínhamos noção do que realmente importa nessa vida.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Ressonância...

A definição na física é o fenômeno que acontece quando um sistema físico recebe energia por meio de excitações de frequência igual a uma de suas frequências naturais de vibração.
Mas para entender melhor se pesquisarmos Ressonar encontraremos como sinônimo Ecoar...
Então o que é Ressonância em nossa vida?? Ressonância é estar em frequência com a energia maior, é deixar ecoar pelo mundo as coisas que fazemos...
Ou seja, tudo o que fazemos ao mundo, ele retorna, mais cedo ou mais tarde, numa intensidade, que nem sempre será a mesma a qual enviamos.
Se fazemos o bem ele retorna, mas também retorna se praticamos algo não tão bom...
Por isso é importante observar a qual frequência estamos sintonizados, será que você está em uma faixa de energia boa??? Será que o seus atos estão sendo para o bem?? Será mesmo que não estamos só vendo o lado ruim de tudo??
Tem muita coisa que fazemos que já está tão no automático, que nem paramos pra pensar, será essa a atitude melhor a ser tomada??
Porque o retorno nem sempre é rápido... então muitas vezes nos esquecemos daquilo que praticamos.
É um exercício diário, todos os dias, e só por hoje devemos tentar estar numa frequência boa.
Nos policiar, porque se manter em boa frequência é muito mais difícil, repare a sua volta, é bem mais fácil reclamar dos outros, mais fácil culpar os outros, mas examinar nossos atos é muito complicado, e as vezes doloroso, mas é essencial que verifiquemos como estamos agindo, com as pessoas ao nosso redor, com o mundo em que vivemos e até com a gente mesmo...
O que eu faço aqui, reflete, ecoa pra todos ao meu redor, ou não, e uma hora volta pra mim...
Um exemplo, só pra ficar mais claro... Se eu economizo água, posso contagiar quem está próximo a mim a economizar água, e assim lá na frente todos irão se beneficiar, pois não haverá falta d'água...
Se eu ajudo uma pessoa, essa pessoa ficará grata, e poderá fazer o mesmo a outra pessoa... e um dia eu também receba ajuda de alguém...
Foram exemplos só pra ilustrar, pois o importante é saber que todas nossas atitudes irão retornar pra nós... Então que sempre estejamos em boa Ressonância!!!