segunda-feira, 17 de junho de 2013

Sinceridade...

Ser sincero é importante, é ser verdadeiro com você e com o próximo, tem como definição: Que se expressa de modo direto, sem disfarces; que discursa de modo verdadeiro, sem esconder seus pensamentos, sentimentos ou intenções.
Mas será que sempre devemos ser sinceros? Será que as vezes não cometemos o sincericídio?
E vejo que algumas pessoas dizem gostar de ouvir verdades, que prefere a verdade dura que a “falsidade” macia...
Mas não se expressar em alguns momentos, por perceber que a pessoa não está preparada pra ouvir a verdade, é ser falso?
Hoje me deparei na internet com uma frase bem interessante : “"Vivemos em sociedade e muitas vezes as circunstâncias exigem “planejamento comportamental”, demandando que aprendamos a sorrir para pessoas que não apreciamos.”
Então, será que devemos ser sinceros sempre? Ou para viver melhor em sociedade, e até mesmo nos proteger de sentimentos alheios que não nos acrescentarão em nada, não podemos apenas disfarçar o que pensamos?
Isso não pode ser considerado falso, afinal estamos “defendendo” a pessoa mais importante da nossa vida, nós mesmos...
E se a outra pessoa não está preparada pra ouvir o que temos a dizer, não somos obrigados a dizer... Ainda mais se ela nem perguntou nossa opinião...
Já dizia o ditado : “ Em boca fechada não entra mosquito!”, então chego a conclusão que ser sincero é importante sim, ser sincero conosco, e ser sincero com quem está preparado pra ouvir...
O principal é ser sincero com nossos sentimentos, nossos valores, que nem sempre são os valores e sentimentos do outro.

Portanto não deixe de ser você, avalia cada situação, e quando necessário, apenas sorria, e segure seus pensamentos, afinal você já sabe o que pensa, e seus pensamentos, nem sempre, precisam ser compartilhados!!!

Nenhum comentário: